Página Principal > Cardiologia > Primeiro agente para reverter sangramentos por novos anticoagulantes
14941454_s

Primeiro agente para reverter sangramentos por novos anticoagulantes

Os novos anticoagulantes estão a cada dia mais presentes na rotina da maioria dos médicos. Estas drogas prometem realizar anticoagulação com segurança, eficácia e, principalmente, comodidade para os pacientes. Porém, nem só de flores vivem os efeitos destes medicamentos. Um fato que sempre incomodou os defensores dos novos, e serviu de argumento para aqueles que olhavam com desconfiança estas novas drogas, é o de não haver disponível no mercado substâncias capazes de reverter efeitos colaterais indesejados, principalmente sangramentos.

Na última sexta feira o FDA (Food Drug Administration), maior órgão regulatório em saúde dos EUA, aprovou o uso do idarucizumab (Praxbind®) para reversão dos efeitos anticoagulantes causados pela dabigatrana (Pradaxa®) em situações de emergência.

O idarucizumab é um fragmento de anticorpo monoclonal, que ao ser injetado na circulação neutraliza a dabigatrana através de uma ligação direta, impedindo a sua ação anticoagulante.

A aprovação do FDA foi baseada em 3 estudos com 280 pacientes, saudáveis, sem necessidade de anticoagulação, que foram submetidos ao uso de dabigatrana e subsequentemente do idarucizumab. Após a administração do anticorpo, os  apresentaram uma imediata redução dos níveis séricos do anticoagulante, com eliminação por completa em até vinte quatro horas.

Um quarto estudo foi realizado agora com pacientes que necessitavam de anticoagulação. Este contava com 120 pacientes que utilizavam dabigatrana e que apresentaram sangramento como efeito colateral ou tiveram de ser submetidos a uma cirurgia de emergência. O idarucizumab foi aplicado nestes pacientes, e em 90% dos casos reverteu os efeitos anticoagulantes da dabigatrana em até 4 horas após administração.

Os principais efeitos colaterais observados no uso do idarucizumab foram cefaleia, febre, constipação, hipocalemia, confusão mental e pneumonia.

Os próximos passos para a distribuição do produto envolvem o desenvolvimento de protocolos para reversão dos efeitos colaterais da dabigatrana e definição de uso da nova droga.

A descoberta deste potencial antídoto permite maior segurança na hora de se optar por um novo anticoagulante na escolha terapêutica. O aspecto que mais causa receio até o momento é em relação ao custo que esta nova medicação terá.

 

Referências:

Idarucizumab for Dabigatran Reversal – Charles V. Pollack, Jr., M.D. et al. – New England Journal of Medicine – August 2015 – http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1502000

FDA approves Praxbind, the first reversal agent for the anticoagulant Pradaxa – http://www.fda.gov/NewsEvents/Newsroom/PressAnnouncements/ucm467300.htm

 

Comentários

Texto