Página Principal > Medicina Interna > Obesidade combatida com dinheiro
2500273498_4590dc9b13_z

Obesidade combatida com dinheiro

Obesidade (OMS: IMC > 30kg/m2) é um dos grandes malefícios da vida moderna. Hoje aproximadamente 30% da população, 2,1 bilhões de pessoas, estão obesas. Alimentação inadequada, rotina estressante e corrida, diminuição de atividades básicas e estímulo ao estilo de vida sedentário, são fatores que impactam no aumento crescente do número de obesos. Isto possui um enorme impacto no aumento da prevalência das doenças mais comuns como diabetes, hipertensão artérial, coronariopatia e cerebrovascular.

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia (Pennslvania’s Perelman School of Medicine) realizaram um estudo com pacientes obesos, cujo o objetivo foi estimular o emagrecimento de trabalhadores obesos em troca de pagamento financeiro.

Publicado este mês na revista Health Affairs o estudo acompanhou 197 trabalhadores obesos da Universidade. Estes foram encorajados a perder ao menos 5% do seu peso, sendo divididos em quatro grupos. Um grupo não receberia nenhum incentivo financeiro, enquanto os outros três seriam recompensados com 550 dólares, que poderia vir como desconto no seguro saúde, prêmios no ano seguinte ou pagamento direto.

Ao final de 1 ano, nenhum dos três grupos havia alcançado a meta de perder 5% do peso corporal. Em média, os trabalhadores com estímulo financeiro, perderam 0,6 kg, sem diferença estatística para trabalhadores que não receberam incentivo.

Apenas 19% dos participantes haviam alcançado a meta de 5% de emagrecimento. Porém, não estavam concentrados em nenhum grupo. Durante todo o estudo os participantes foram acompanhados e orientados por profissionais de saúde.

Matérias relacionadas:

No último ano, aproximadamente 2/3 das grandes empresas americanas ofereceram incentivos financeiros para os seus trabalhadores com o objetivo de melhorar seus hábitos de vida. Muitos destes estímulos apresentaram resultados, principalmente quando falamos em reduzir o tabagismo.

O pesquisador responsável por este estudo apontou que  talvez não tenha alcançado êxito por uma série de motivos, que incluem desde o valor e a forma do prêmio, medidas de acompanhamento do peso no trabalho, o pagamento somente após alcançar a meta e não durante a evolução. Não havendo incentivo durante o estudo.

A obesidade precisa ser combatida. Diversas formas de incentivo e estímulo podem ser aplicadas para obter-se o sucesso frente a este grave problema que assola todos os países e que impacta nos gastos de saúde de maneira drástica.

Tenha as melhores condutas médicas com Whitebook

Referências:

Premium-Based Financial Incentives Did Not Promote Workplace Weight Loss In A 2013–15 Study Health Aff January 2016 35:171-79;

 

 

 

Comentários

Texto