Página Principal > Cirurgia > Os 3 pilares para cuidados com Dreno de Tórax

Os 3 pilares para cuidados com Dreno de Tórax

Nesta semana na sessão:  conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, apresentamos as principais recomendações para cuidados com Dreno de Tórax.

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Cuidados Gerais com Dreno de Tórax

  • Sempre que for manipular o dreno, lavar as mãos, secar e aplicar álcool gel 70%. Clampear o dreno, para que não haja entrada de ar, e lembrar de soltar o clamp ao término da manipulação.
  • Manter o selo d’água com 300-500 mL de SF 0,9% (~ 2,5 cm de altura), e trocá-lo a cada 12-24 horas. Posicioná-lo no piso, com suporte próprio, ou sustentado em local adequado. Nuca elevá-lo acima do tórax sem que esteja clampeado (fechado). Manter a pinça do dreno sempre abaixo do nível da cintura ou do leito do paciente.
  • Mensurar o débito do dreno a cada 6 horas, ou menos, caso haja drenagem superior a 100 mL/hora. Colocar um fita adesiva ao lado da graduação do frasco. Sempre registrar o aspecto do líquido (Ex: seroso, sero-hemático, hemático, purulento).
  • Inspeção e troca diária do curativo.
  • Verificar a oscilação na coluna líquida: deve subir na inspiração, e descer na expiração. Caso não haja esse movimento espontâneo, pode haver obstrução do tubo.
  • “Ordenhar” ou massagear a tubulação, na direção de saída (frasco coletor), de 2/2-4/4 horas, ou conforme protocolo próprio (Ex: às 6 horas).
  • Atentar para a presença de vazamentos e/ou risco de desconexão.
  • Manter a cabeceira do leito relativamente elevada, para facilitar a drenagem.
  • A fixação pode ser do tipo meso (lateral), com distância de 2 cm entre o dreno e a pele, ou conforme protocolo da instituição.
  • Atentar para a presença de bolhas no frasco de drenagem, que podem ser indicativo de fístula aérea.
  • Manter o dreno sob aspiração contínua, se indicado. A intensidade da aspiração do sistema é determinada pela quantidade de água no frasco de aspiração contínua, e não pela frequência de borbulhamento.
  • Se disponível, preferir a bolsa de drenagem com válvula de Heimilich, que é um sistema unidirecional seguro de drenagem torácica e mediastinal.

728

Cuidados no Transporte

  • Cuidado na passagem entre macas, pois o dreno pode ficar preso e/ou ser arrancado;
  • Atenção para que a extremidade do sistema de drenagem não fique fora d’água;
  • Não ocluir o dreno durante o transporte.

Critérios para retirada do Dreno de Tórax

  • Drenagem inferior a 100 mL/24 horas (adulto);
  • Líquido seroso;
  • Ausência de bolhas de ar;
  • Melhora do padrão respiratório e da expansibilidade pulmonar.

Acesse os melhores conteúdos em terapia intensiva e cirurgia para diagnóstico, manejo e tratamento, baixe gratuitamente o Whitebook Clinical Decision.  O aplicativo #1 na tomada de decisão clínica!

 

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Comentários

Texto