Página Principal > Emergências > Qual a melhor droga para cólica renal?
medications-342462_1920

Qual a melhor droga para cólica renal?

250-BANNER6Pacientes com o cólica renal são um dos mais queixosos no atendimento na unidade emergência. A dor é tão intensa que alguns pacientes comparam a dor do parto normal, ou o mais próximo que poderia se chegar a isso para os homens. Devido a este dramático quadro, o alívio imediato  da dor é a principal medida a ser tomada.

Pesquisadores de Doha, Qatar, conduziram um estudo duplo cedo, randomizado, publicado na semana passada no The Lancet, comparou o uso de Diclofenaco (75 mg intramuscular [IM]), paracetamol (1g intravenoso [IV]), e morfina (0,1 mg/kg IV) para alivio da dor. Foram selecionados 1645 participantes, entre 18 e 65 anos de idade, com dor moderada a intensa admitidos no departamento de emergência. Os critério de exclusão foram: alergia medicamentosa, insuficiência renal ou hepática, e gravidez.

Todos os pacientes receberam três injeções, duas IV e uma IM, uma destas possuía a medicações e  as outras duas placebo. Os escores de dor foram aplicados na admissão, 30, 60, e 90 minutos após o tratamento.

Os resultados apontaram que a administração de Diclofenaco IM obteve uma vantagem discreta, em relação a morfina e paracetamol, na redução de ao menos 50% da dor na avaliação de 30 minutos (68% vs. 61% vs. 66%) além de uma menor proporção de pacientes que necessitaram de outra medicação para alívio (12% vs. 23% vs. 20%), não houve diferença com significância estatística entre morfina e paracetamol.

Efeitos adversos foram raros, porém, ocorreram em sua maior parte nos pacientes que receberam morfina (3%). Não houve efeitos adversos tardios como morte, insuficiência renal com evolução para diálise, sangramento gastrointestinal, ou complicações na administração IM.

Este estudo aponta a superioridade do uso de Antiinflamatórios Não Esteroides (AINES) para tratamento da dor em pacientes com cólica renal, sendo seguro e eficaz em pacientes de 18 a 65 anos, sem alergia ou disfunção orgânica.

Apesar de utilizar paracetamol IV, não disponível hoje no Brasil, o estudo pode ser trazido ao comparativo da nossa realidade no uso da dipirona IV. Sendo a escolha inicial AINES IM, seguido por dipirona IV e morfina IV, em caso de persistência da dor.

500x250-banner1

Referência bibliográfica:

Pathan SA et al. Delivering safe and effective analgesia for management of renal colic in the emergency department: A double-blind, multigroup, randomised controlled trial. Lancet 2016 Mar 15;

Comentários

Texto