Página Principal > Cirurgia > Diverticulite Aguda: Highlights do Guideline americano
Depositphotos_97429650_l-2015

Diverticulite Aguda: Highlights do Guideline americano

250-BANNER6O mais recente Guideline de condutas na diverticulite aguda da American Gastroenterological Association (AGA) colocou em discussão alguns pontos chave no manejo da doença. Pontuamos abaixo as principais questões:

  1. Antibióticos devem ser indicados individualmente ou rotineiramente?

Estudos mais recentes revelaram que não há diferença significativa em tempo de resolução dos sintomas, incidência de complicações, duração de estadia hospitalar ou risco de recorrência no emprego ou não de antibióticos, em vigência de um quadro de diverticulite aguda não complicada.

Sendo assim, a antibioticoterapia não precisa ser rotineiramente empregada nos quadros não complicados. No entanto, em vigência de sepse, imunosupressão, comorbidades ou doenças sistêmicas importantes continua sendo recomendado seu início.

  1. Colonoscopia deve ser rotineiramente indicada após episódio agudo de diverticulite?

Embora com baixo nível de evidência, diante da possibilidade de neoplasia de cólon em pacientes com diverticulite. A AGA recomenda que colonoscopia seja realizada após a resolução do quadro agudo para exclusão do diagnóstico de neoplasia se algum exame colônico de alta qualidade não tenha sido realizado recentemente.

  1. Ressecção colônica eletiva após diverticulite sem complicações está indicada?

Evidências falam contra a prática de ressecção colônica profilática após um primeiro episódio de diverticulite, não sendo a mesma recomendada rotineiramente.

  1. Dieta rica em fibra para todos os pacientes?

Também com baixo nível de evidência, porém se tratando de medida simples e pouco custosa, as diretrizes recomendam uma dieta rica em fibra ou com suplementação de fibra, exceto para pacientes com efeitos adversos à dieta rica em fibra.

85000

  1. Redução no consumo de nozes e milho de pipoca?

A AGA não recomenda a eliminação destes alimentos da dieta, dada a baixa evidência que estudos anteriores revelaram.

  1. Evitar o uso de anti-inflamatórios não-esteroidais?

Continua sendo recomendado evitar o uso de AINE em pacientes com histórico de diverticulite aguda. No entanto, o uso do ácido acetilsalicílico não está contraindicado e não deve ser recomendada sua suspensão em pacientes com seu uso regular.

  1. Uso de probióticos está indicado?

As diretrizes não recomendam o uso de probióticos em pacientes com diverticulite aguda por não haver evidência científica relevante para recomendar seu uso.

  1. Atividade Física vigorosa ou regular está indicada?

As diretrizes recomendam atividade física vigorosa para pacientes com histórico de diverticulite, no entanto, a evidência ainda é baixa.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Referências Bibliográficas:

  • Stollman N, Smalley W, Hirano I; AGA Institute Clinical Guidelines Committee. American Gastroenterological Association Institute guideline on the management of acute diverticulitis. Gastroenterology. 2015;149:1944-1949.

  • Strate LL, Peery AF, Neumann I. American Gastroenterological Association Institute technical review on the management of acute diverticulitis. Gastroenterology. 2015;149:1950-1976.

Comentários

Texto