Página Principal > Emergências > Metemoglobinemia (Conduta médica em Emergência)
metemoglobinemia

Metemoglobinemia (Conduta médica em Emergência)

bPublicamos esta semana a matéria: “Azul de metileno pode impulsionar a memória e a atenção“; revelando os benefícios do Azul de Metileno na memória e funções cognitivas.
A substância é tradicionamente utilizada como antídoto em quadros de metemoglobinemia. Aproveitamos este contexto para trazer, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, a conduta de emergência na Metemoglobinemia: 
As melhores condutas em Emergências Clínicas você encontra no:  Whitebook Clinical Decision! Baixe grátis. 
Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.
Causas de Metemoglobinemia: Intoxicação por:
  • Derivados da anilina, dapsona, anestésicos locais, nitratos, nitritos, óxidos de nitrogênio, hidrocarbonetos, fenazopiridina, antimaláricos do tipo primaquina, sulfonamidas.

Mecanismo de Ação: A oxidação do ferro da hemoglobina de sua forma ferrosa (Fe2+) para férrica (Fe3+) impede a ligação, o transporte e a captação do oxigênio (metemoglobinemia desvia a curva de dissociação do oxigênio para a esquerda).

Manifestações Clínicas:

  • Sinais e sintomas iniciais: dispneia, taquipneia, náusea e vômitos; associada a quadro de cefaléia, agitação e confusão mental;
  • Evolui rapidamente com rebaixamento do nível de consciência e coma;
  • Manifestações cardiovasculares: arritmias, isquemia cardíaca, hipotensão e síncope;
  • Laboratório: Acidose metabólica grave com aumento do lactato; PaO2 e saturação de oxigênio calculada normais;
  • Hematoscopia: A oxidação da proteína da hemoglobina provoca precipitação e anemia hemolítica (evidenciada por corpúsculos de Heinz e “bite cells” no esfregaço do sangue periférico).

500x250-1

Abordagem Terapêutica:

  • Suporte respiratório: Oxigenoterapia por máscara de oxigênio (pacientes conscientes); Pacientes com instabilidade hemodinâmica ou sintomas neurológicos: Intubação orotraqueal e oxigênio a 100%;
  • Transfusões de troca e oxigênio hiperbárico para os casos graves ou refratários.
  • Antídoto – Azul de Metileno: Indicado para fração de metemoglobina > 30%, hipoxia sintomática ou isquemia (contra-indicado em presença de deficiência de G6PD):
    • Dose Inicial: Azul de Metileno a 1% 1-2 mg/Kg EV, infundir em 5 min;
    • Doses adicionais podem ser administrada a cada hora até um máximo de 7 mg/kg de dose acumulada.

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Comentários

Texto