Página Principal > Infectologia > Bacteria pode ser transferida da luva para as superfícies
surgery-688380_1280

Bacteria pode ser transferida da luva para as superfícies

bUm alerta para médicos e enfermeiras: um novo estudo, realizado no Japão, revelou que uma bactéria muito comum em infecções hospitalares oportunistas pode permanecer nas luvas e ser transferida para superfícies plásticas. E mais: a bactéria tem uma afinidade especial por luvas e plásticos de polipropileno.

Estamos falando da Acinetobacter baumannii, conhecida por apresentar uma alta patogenicidade e resistência à maioria dos antibióticos. A bactéria pode afetar as vias respiratórias e causar pneumonia severa.

O estudo foi feito contaminando luvas com micro-organismos e, depois, encostando-as em superfícies plásticas. Os pesquisadores encontraram entre 5% e 10% das bactérias na superfície. Todas diminuíram de número proporcionalmente ao tempo de exposição e, após três minutos, não puderam mais ser encontradas, exceto pela Acinetobacter baumannii, mostrando toda sua resistência.

As luvas oferecem proteção tanto para o médico, quanto para os pacientes, mas se a remoção ou troca não for feita corretamente, pode aumentar a probabilidade de transmissão de organismos infecciosos. Para evitar esse problema, os profissionais de saúde (de médicos à equipe de limpeza) devem trocar suas luvas regularmente e fazer o descarte adequado. Outra simples medida que pode salvar muitas vidas é lavar aos mãos, com sabão ou álcool.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

500x250-1

Comentários

Texto

Deixe uma resposta