Página Principal > Oncologia > Número de casos de câncer associado ao HPV cresce no mundo
Medicine doctor working with modern computer interface

Número de casos de câncer associado ao HPV cresce no mundo

bO número de casos de câncer associado ao HPV cresceu significativamente nos Estados Unidos nos últimos anos, de acordo com dados divulgados no novo relatório do Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Em dados globais, o aumento se repete: durante o período de 2004-2008, a incidência de câncer associado ao HPV era de 10,8 a cada 100 mil pessoas, com uma média de 34 mil casos por ano. Entre 2008-2012, esse número subiu para 11,7, com uma média de 39 mil casos por ano.

Os casos mais comuns de câncer entre 2008-20212 foram carcinomas cervicais e carcinoma de células escamosas da orofaringe, mais incidentes em homens. A maior parte está relacionada a tipos de HPV cobertos por vacinas, o que significa que expandir a vacinação pode diminuir a incidência de câncer.

De acordo com o CDC, de 30 mil novos casos de câncer atribuídos ao HPV entre 2008-2012, 80% são dos tipos 16 e 18, que podem ser prevenidos com a vacina bivalente, quadrivalente e 9-valente (ainda não disponível no Brasil). Ou seja, programas de vacinação podem diminuir significativamente as infecções por HPV.

No Brasil, de acordo com dados do INCA, os cânceres de cavidade oral e orofaríngeo estão entre os dez tipos de maior incidência em homens. Mesmo que o tabaco e o álcool ainda sejam as principais causas desses tipos de câncer, observa-se uma queda no número de casos relacionados ao tabaco, devido às campanhas antitabagismo, e um aumento nos casos relacionados ao HPV.

500x120-CIRURGIA

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Comentários

Texto

Deixe uma resposta