Página Principal > Emergências > Zika afetará número de nascimentos no Brasil? Veja argumentos
woman-1235716_1280

Zika afetará número de nascimentos no Brasil? Veja argumentos

250-BANNER4Mulheres brasileiras veem sendo aconselhadas a adiar os planos de engravidar, até que o surto de Zika seja controlado e uma vacina desenvolvida. Pesquisadores agora debatem as consequências dessa orientação e se isso pode reduzir o crescimento da população brasileira.

No início do ano, estudos científicos comprovaram a associação entre o Zika e a microcefalia. Desde então, pesquisadores do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar) começaram a debater se isso poderia reduzir o número de nascimento no país e, consequentemente, afetar o crescimento da população. Ainda não há dados quantitativos para comprovar a teoria, mas o Cedeplar estima que o impacto pode ser de 10 a 15%.

Veja também: ‘5 conteúdos sobre o Zika que você precisa ler!’

Ao contrário do Brasil, outros países da América Latina e Central recomendaram que as mulheres parem de engravidar. Em El Salvador, o governo pediu que as mulheres evitassem a gestação até 2018.

Já o professor do IBGE, José Eustáquio Diniz, não acredita em um impacto sob o crescimento da população, porque boa parte das gravidezes no Brasil não é desejada ou planejada. Logo, as mulheres continuariam engravidando, mesmo com o alerta do governo para o Zika.

500x250banner2

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Referências: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/07/o-brasil-vai-encolher-com-a-zika.html

Comentários

Texto

Deixe uma resposta