Página Principal > Medicina Interna > Veja 4 problemas da Medicina Defensiva
med (114)

Veja 4 problemas da Medicina Defensiva

250-BANNER5Você já ouviu falar de medicina defensiva? Para quem não sabe, o termo surgiu nos Estados Unidos nos anos 90 e se refere a um conjunto de práticas “de defesa” para evitar processos na justiça, como: abusar dos pedidos de exame, prescrever medicamentos não justificados, encaminhar pacientes para outros médicos sem necessidade, entre outros. As consequências dessa prática podem ser graves para o paciente e o sistema de saúde. Listamos abaixo 4 problemas da medicina defensiva:

1. Prejudica os pacientes

Pilhas de exames, prescrição de medicamentos sem valor real para o tratamento, internações por medo de erro, encaminhamento para outros médicos. Todas essas são práticas muito comuns, que podem prejudicar os pacientes. No Brasil, calcula-se que ao menos 50% dos medicamentos prescritos são dispensáveis ou inadequados ao quadro do paciente.

2. Aumenta os gastos com saúde

Exames complementares realizados sem uma necessidade real pelo médico e internações são fatores que aumentam muito os custos com saúde. Nos últimos 5 anos, os gastos em saúde no Brasil subiram vertiginosamente. As internações cresceram 54% e as solicitações de exames complementares subiram em 20%. Isso gerou um impacto significativo nas contas do sistema de saúde nacional.

Veja também: “Burnout: A tragédia anunciada do médico moderno”

500x120-CIRURGIA

3. Compromete a qualidade do atendimento

Nem sempre o melhor método de tratamento é considerado pelo médico, que opta por solicitar vários exames desnecessários ou encaminhar o paciente para outro especialista, apenas para garantir que ele não será processado caso haja algum problema. Por exemplo: solicitar testes de diagnóstico invasivos desnecessários, que representam riscos e custos adicionais para o paciente.

4. Põe em risco pacientes graves

No manual de medicina defensiva, médicos são aconselhados a evitar pacientes de risco, como, por exemplo, os que não aceitam certos tipos de tratamento por razões éticas/religiosas ou que tem maior potencial de complicações. Esse atraso no tratamento pode trazer graves consequências para a saúde do paciente.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Referências: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3728884/
http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n6/13.pdf

Comentários

Texto

Deixe uma resposta