Página Principal > Neurologia > Concussão no esporte: quando retirar o atleta do jogo?

Concussão no esporte: quando retirar o atleta do jogo?

Um estudo prospectivo, publicado na revista Pediatrics, indica que atletas que sofreram uma concussão e foram imediatamente retirados do jogo levam menos tempo para se recuperar do que aqueles que continuam a partida. As conclusões estão em linha com as diretrizes recomendadas.

500x120-usuarios

Pesquisadores estudaram cerca de 70 jovens, com idade entre 12 e 19 anos, com concussões semelhantes relacionadas ao esporte. O primeiro grupo foi retirada do jogo imediatamente após a concussão e o segundo continuou a partida.

O grupo de atletas que continuou jogando teve um tempo médio maior para a recuperação, do que aqueles que foram retirados da partida (44 vs 22 dias). Cerca de 80% de jovens que continuaram a jogar levaram mais de 3 semanas para se recuperar totalmente, contra 31% dos que foram retirados da partida.

Os atletas do primeiro grupo também apresentaram escores cognitivos e sintomas piores até 30 dias após a concussão.

Baseados nos resultados, que condizem com as diretrizes atuais de remoção imediata do jogador, os autores concluíram que a pesquisa enfatiza aos atletas, treinadores e médicos a importância do reconhecimento dos sinais e sintomas de concussões para a remoção imediata do jogo.

b

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Referências:

Comentários

Texto

Deixe uma resposta