Página Principal > Psicologia Médica > Dor crônica e ansiedade: novas evidências e tratamento
dor

Dor crônica e ansiedade: novas evidências e tratamento

A ligação entre dor crônica e ansiedade já é muito observada, mas não totalmente compreendida pelos cientistas. Um recente estudo americano apresenta novas evidências e um possível alvo de tratamento.

500x120-amarelo

O estudo, publicado na Biological Psychiatry, mostra que o aumento de PACAP (polipeptídeo ativador da adenilato-ciclase pituitária), neurotransmissor peptídeo liberado em situações de estresse, também acontece em resposta à dor neuropática e contribui para esses sintomas.

Os pesquisadores examinaram a expressão de PACAP ao longo de uma das vias no sistema nervoso para o cérebro, que viaja da medula espinhal para a amígdala, base do cérebro para o comportamento emocional.

Usando modelos de dor crônica e ansiedade, a equipe conseguiu observar onde o estresse e as vias de dor crônica se cruzavam.

Os pesquisadores observaram que o comportamento ansioso e hipersensibilidade à dor foram significativamente reduzidos quando um antagonista do receptor de PACAP – projetado para bloquear a resposta – foi aplicado.

O próximo passo do estudo é desenvolver compostos de moléculas que podem antagonizar as ações de PACAP. Os pesquisadores esperam descobrir uma abordagem completamente diferente para combater a dor crônica e distúrbios comportamentais relacionados ao estresse.

banner250x250

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

Comentários

Texto

Deixe uma resposta