Página Principal > Cardiologia > CPAP reduz risco cardiovascular?
cpap

CPAP reduz risco cardiovascular?

Cerca de metade dos pacientes com doença cardiovascular tem apneia obstrutiva do sono. Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas (CPAP) é um tratamento comum para esse distúrbio, no entanto, não se sabe ao certo se ele reduz ou não o risco cardiovascular.

500x120-CIRURGIA

Para investigar esta questão, pesquisadores do Sleep Apnea Cardiovascular Endpoints (SAVE) conduziram um estudo randomizado de rótulo aberto com pacientes de 89 hospitais em sete países, com 45 a 75 anos de idade e diagnosticados com apneia obstrutiva do sono moderada a grave e doença arterial coronariana ou doença cerebrovascular.

No estudo, 2.717 pacientes (idade: 61; 81% homens, média de IMC: 29 mg / kg2) foram randomizados para CPAP + cuidados habituais ou apenas cuidados habituais. Com um acompanhamento médio de 3,7 anos, o objetivo primário (a combinação de morte cardiovascular, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral ou hospitalização por insuficiência cardíaca, síndrome coronariana aguda ou ataque isquêmico transitório) foi confirmado em 17% do grupo CPAP e em 15,4% do outro grupo.

250-BANNER3

Veja também: ‘Um novo horizonte para o tratamento do diabetes e o risco cardiovascular’

CPAP reduziu significativamente o ronco e sonolência diurna, melhorando, em geral, a saúde relacionada com qualidade de vida e humor.

Os pesquisadores não encontram nenhuma evidência de uma redução do risco cardiovascular com CPAP. No entanto, os resultados mostraram alguma melhoria nos sintomas, o que pode levar alguns doentes a tentar este tratamento.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

Comentários

Texto

Deixe uma resposta