Página Principal > Emergências > Pesquisa PEBmed: médicos se sentem pressionados a tomarem decisões

Pesquisa PEBmed: médicos se sentem pressionados a tomarem decisões

Em julho, a PEBmed ouviu a opinião de mais de 4 mil médicos brasileiros sobre assuntos relacionados ao dia a dia da profissão. Os resultados mostram que os médicos se sentem pressionados diariamente a tomarem decisões de imediato.

500x120-usuarios

Na pesquisa, perguntamos aos médicos: “Hoje no seu lugar de trabalho você se vê pressionado para tomar uma decisão de imediato?”, e 59,6% dos entrevistados responderam que se sentem pressionados “o tempo todo”; 24,2% disseram “semanalmente” e apenas 16,2% responderam que “raramente” enfrentam pressão no trabalho.

Os médicos de hoje estão sob uma enorme pressão para controlar custos, mantendo a qualidade e a produtividade, mesmo com recursos escassos e falta de segurança. Não é a toa que os profissionais que mais sofrem são os que trabalham em hospitais públicos.

Veja também: ‘Médicos devem continuar atendendo mesmo estando cansados?’

Essa pressão diária para a tomada de decisões leva à exaustão e ao esgotamento profissional, também conhecido como burnout. Como os médicos podem evitar isso? O primeiro passo é reconhecer os possíveis desencadeadores, conversar sobre eles com amigos/família e principalmente modificar comportamentos autodestrutivos.

Os médicos precisam aprender a se cuidar. Compreender seus limites, partilhar problemas e valorizar o lado social da vida são fundamentais na prática diária. Cuidar de si mesmo deve ser uma das prioridades para que se possa cuidar ainda melhor dos pacientes.

banner

Durante a semana, faremos artigos especiais mostrando mais resultado da pesquisa. Fique ligado!

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Comentários

Texto

Deixe uma resposta