Página Principal > Endocrinologia > Tomar iogurte todos os dias melhora a densidade óssea
iogurte

Tomar iogurte todos os dias melhora a densidade óssea

Uma nova pesquisa indica que tomar iogurte todos os dias melhora a densidade óssea, além de reduzir o índice de massa corporal. O estudo foi feito com mulheres na pós-menopausa.

500x120-amarelo

O estudo fez duas análises da densidade mineral óssea de 733 mulheres saudáveis na pós-menopausa: no início e novamente três anos mais tarde.

No início do estudo, as participantes que consumiam iogurte diariamente tinham um valor de densidade mineral óssea 4,4% maior na coluna lombar, 3,4% maior na extremidade distal do rádio e 5,3% maior na área da tíbia, mesmo após ajustes para IMC, atividade física e ingestão de cálcio e proteínas.

Além disso, as mulheres que tomavam iogurte também eram 6,4% mais magras e tinham uma prevalência mais baixa de fraturas, em 19% vs 29% para o grupo que de não-consumidores.

Veja também: ‘Osteoporose e a ponta do iceberg’

Na avaliação feita três anos depois, os pesquisadores descobriram que a perda de densidade mineral óssea no quadril e no rádio foi menor entre as mulheres que tomavam iogurte. Este efeito foi, novamente, independente de fatores como IMC, atividade física, etc.

Em contraste, nenhuma diferença significativa foi observada na coluna lombar.

Os resultados indicam que mulheres na pós-menopausa que tem o hábito de tomar iogurte têm menor índice de massa corporal, menos gordura e melhor densidade óssea – pelo menos em alguns locais do esqueleto -, independente de outro fator que poderia explicar a diferença.

Benefícios do iogurte

O iogurte é fonte de cálcio e proteínas, além de conter produtos lácteos fermentados e probióticos, que são potencialmente benéficos para a saúde do osso. As bactérias contidas em alguns iogurtes melhoram a absorção de cálcio e diminuem a inflamação do intestino grosso.

250-BANNER3

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

  • American Society of Bone and Mineral Research 2016 Annual Meeting; September 18, 2016.

Comentários

Texto

Deixe uma resposta