Página Principal > Figure 1 > Lesões eritemato-nodulares de rápida progressão

Lesões eritemato-nodulares de rápida progressão

Homem de 29 anos com história prévia de autismo, epilepsia, cefaleia e síndrome parkinsoniana, que apresenta há 5 dias surgimento de lesões eritemato-nodulares no tronco e membros, febre e cefaleia (anamnese colhida com os pais). Em uso de lamotrigina, metilfenidato e carbidopa.

Nenhum contato recente com pessoas doentes. Nenhuma mudança recente na medicação. Sem outro dado significante na anamnese. Exame físico revela estertores bibasais e nodulações como as da foto. Sinais vitais sem alterações. Radiografia de tórax revela derrame pleural bilateral. Foi procedida biópsia da lesão nodular. Qual o provável resultado da biópsia?

A biópsia revelou a presença de células leucêmicas na pele, indicando leucemia cutis. Estes depósitos também são conhecidos como sarcoma mieloide, mieloblastoma ou cloroma. Uma biópsia de medula óssea pode confirmar o diagnóstico, justamente o que se procedeu neste caso.

500x120-usuarios

Baixe grátis o App do nosso parceiro Figure 1 para ver toda a discussão sobre o caso.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Comentários

Texto

Deixe uma resposta