Página Principal > Emergências > Nova ferramenta pode ajudar a prever sobrevivência após ferimentos a bala

Nova ferramenta pode ajudar a prever sobrevivência após ferimentos a bala

Uma nova ferramenta pode ajudar os médicos a prever a probabilidade de sobrevivência em vítimas de ferimentos  por armas de fogo na cabeça ou outro traumatismo cranioencefálico (TCE).

500x120

A ferramenta é o novo score de SPIN (Surviving Penetrating Injury to the Brain). O modelo base para a pontuação inclui a reatividade pupilar e a função motora na escala de coma de Glasgow, com variáveis agrupadas adicionadas.

Para desenvolver a ferramenta, pesquisadores examinaram registros de mais de 400 adultos com TCE. Uma maior pontuação SPIN foi associada com maior sobrevida. De fato, 98% dos doentes com uma pontuação de 35 ou mais sobreviveram até seis meses após a lesão, enquanto nenhum doente com pontuação 16 ou menos sobreviveu.

Além disso, as mulheres tinham probabilidades 76% mais elevadas de sobrevida em comparação com os homens, e os pacientes com ferimentos auto-infligidos tinham probabilidade 80% maior de mortalidade.

O score de SPIN não inclui fatores radiológicos e mais pesquisas são necessárias para validar o que agora é uma ferramenta preliminar. Ser capaz de determinar com mais precisão a chance média de sobrevivência poderia ajudar médicos e famílias a tomarem decisões importantes sobre o tratamento.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

250-BANNER6

Referências:

  • Predicting survival after acute civilian penetrating brain injuries. Neurology. Published online before print October 26, 2016, doi: http://dx.doi.org/10.1212/WNL.0000000000003355.

Comentários

Texto

Deixe uma resposta