Página Principal > Emergências > CFM define critérios para melhorar fluxo de atendimentos nas UTIs
medico7

CFM define critérios para melhorar fluxo de atendimentos nas UTIs

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou novos critérios para admissão ou alta para pacientes em UTIs, que devem ser observados pelos médicos intensivistas. Veja os principais pontos:

500x120-medicamentos

Segundo a norma, as admissões em UTI deverão levar em consideração os seguintes aspectos:

  • diagnóstico e necessidades do paciente;
  • priorização com base em evidências clínicas;
  • serviços médicos disponíveis na instituição;
  • disponibilidade de leitos;
  • e potencial benefício para o paciente com as intervenções terapêuticas e prognóstico.

Pela resolução, a admissão deve ser dada, prioritariamente, aos pacientes que necessitam de intervenções de suporte à vida, com alta probabilidade de recuperação e sem nenhuma limitação de suporte terapêutico.

Veja também: ‘Nova regra do CFM permite que pacientes definam os limites terapêuticos na fase terminal’

Pacientes estáveis, que necessitam de monitorização intensiva contínua, devem ser admitidos em unidades de cuidados intermediários (semi-intensivas). Para pacientes terminais, o CFM recomenda as unidades de cuidados paliativos como as mais adequadas.

A resolução orienta que todas as solicitações de vagas para UTI devem ser justificadas e registradas no prontuário do paciente pelo médico. Sobre a alta, é permitida desde que o paciente tenha seu quadro clínico controlado ou estabilizado.

A norma tem como meta contribuir para a melhora do fluxo de acolhimento de pacientes em situação de instabilidade clínica, frente a oferta insuficiente de leitos de UTI, especialmente na rede pública, e a má distribuições das unidades em todo o Brasil. Veja a resolução completa aqui.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

250x250-portal

Referências:

  • http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=26557:2016-11-17-13-28-46&catid=3

Comentários

Texto

Deixe uma resposta