Página Principal > Cardiologia > Mantenha-se atualizado! Veja os principais pontos dos últimos guidelines publicados
exame

Mantenha-se atualizado! Veja os principais pontos dos últimos guidelines publicados

Com a velocidade das informações, nem sempre é possível se manter atualizado. Para te ajudar nessa tarefa tão importante para o médico, separamos os principais pontos das últimas recomendações publicadas. Veja abaixo:

500x120-rosa

  • Hemotransfusão: AABB

– Recomenda-se dois limites de hemoglobina que indicam transfusão: 7 g/dL em adultos hemodinamicamente estáveis, mesmo em terapia intensiva; e 8 g/dL para pacientes com doença cardiovascular ou em pré-operatório de cirurgia cardíaca ou ortopédica, sendo o alvo limite de hemoglobina de 10 g/dL.
– A transfusão inicial recomendada é de apenas 1 concentrado de hemácias, ao invés de 2 unidades, como habitualmente observado na prática. Estratégia que visa diminuir os riscos de complicações, infecciosas ou não, da hemotransfusão.

Veja mais aqui.

  • HPV: ACIP

– Crianças e adolescentes com 15 anos ou menos, precisam de apenas duas, e não três, doses da vacina contra o HPV.
– Ensaios mostraram que, em crianças nessa faixa etária, duas doses é quase tão eficaz ou melhor que três.
– Além disso, a diretriz recomenda também aumentar o tempo entre as doses: de 1-2 meses para 6-12 meses.
– Para jovens acima de 15 anos, as recomendações anteriores permanecem.

  • Gota: ACP

– Para diagnosticar a gota aguda, médicos devem usar a análise de líquido sinovial quando a articulação pode ser aspirada sem desconforto para paciente, por um profissional experiente, e quando os recursos disponíveis podem detectar cristais de urato.
– Escolher corticosteroides, anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) ou colchicina para tratar pacientes com gota aguda.
– Quando usando colchicina, são recomendadas doses mais baixas (1,2 mg, depois 0,6 mg 1 hora mais tarde), uma vez que são tão eficazes como doses mais elevadas e têm menos efeitos secundários.
– Não iniciar a terapia de redução de urato a longo prazo na maioria dos doentes após um primeiro ataque de gota ou em doentes com ataques infrequentes.
– Discutir benefícios, danos, custos e preferências com os pacientes antes de iniciar o tratamento, incluindo profilaxia concomitante, em indivíduos com ataques recorrentes de gota.

Veja mais aqui.

  • Síndrome de morte súbita e outras mortes infantis relacionadas ao sono: AAP

– Recomenda-se criar um ambiente seguro de sono para reduzir o risco de mortes infantis relacionadas. Entre as medidas estão: uso da posição supina para dormir, uso de uma superfície firme para dormir, quarto compartilhado sem dividir a mesma cama e evitar superaquecimento.
– Especial atenção deve ser dada para os dispositivos que referem reduzir os riscos de morte relacionada ao sono. Até o momento, não existem indicativos da segurança e benefício do uso desses dispositivos.

Veja mais aqui.

250x250-portal

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

 

Comentários

Texto

Deixe uma resposta