Página Principal > Gastroenterologia > Albumina associada a lactulose ajuda a melhorar a encefalopatia hepática?
fígado

Albumina associada a lactulose ajuda a melhorar a encefalopatia hepática?

O tratamento da encefalopatia hepática (EH) é dirigido principalmente para a redução dos níveis de amônia no sangue. Estudos recentes já demonstraram que a albumina melhora a sobrevivência nesses pacientes, mas esse efeito pode ser potencializado com a adição da lactulose?

Para investigar essa questão, pesquisadores avaliaram a eficácia e a segurança da albumina associada com lactulose versus lactulose isolada em 120 pacientes cirróticos com encefalopatia hepática grave (nível inicial de albumina = 2,3 g/dL; 78% com encefalopatia de grau 3 ou 4 na escala de West-Haven). Os participantes foram randomizados para receber albumina IV (1,5 g/kg/dia) mais lactulose ou apenas lactulose.

Pacientes que receberam albumina + lactulose apresentaram uma probabilidade significativamente mais elevada de reversão completa da encefalopatia em 10 dias (75% vs. 53% dos que receberam lactulose; NNT 5), tempo médio de permanência hospitalar mais curto (6,4 vs 8,6 dias) e menor mortalidade hospitalar (18% vs. 32%; NNT 8). Além disso, os níveis séricos de citocinas inflamatórias e de endotoxinas diminuíram mais no grupo da albumina.

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que a combinação de lactulose com albumina é mais eficaz do que a lactulose sozinha no tratamento de encefalopatia hepática evidente.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

  • Sharma BC et al. A randomized controlled trial comparing lactulose plus albumin versus lactulose alone for treatment of hepatic encephalopathy. J Gastroenterol Hepatol 2016 Nov 25; [e-pub]. (https://dx.doi.org/10.1111/jgh.13666)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *